25 de jun de 2009

Castigo


Repentinamente penetrastes em meu mundo,
furtando-me a paz...
Roubastes a tranquilidade dos meus momentos,
Tirastes a ilusão dos meus sonhos.

E por tudo,
por minha paz destruida,
por meus sonhos
transformados em desilusões,
condeno-te a ignorares minha presença,
pois a mim,
pior castigo será ter tua amizade.
(Fatima - 1974)

Nenhum comentário:

Postar um comentário