26 de jun de 2009

Existencia

Nascer...
E foi assim que vim conhecer o mundo.
Tudo o que me rodeava,
parecia ser mais belo,
mais resplandescente...
As pessoas,
não haviam se desencontrado ainda,
as rosas eram mais vermelhas,
o sol brilhava mais forte...
As nuvens corria, e la onde o mar não acaba,
nascia o céu,
que de felicidade corria de encontro as nuvens...
Eu era feliz...

Viver.
Passou o tempo,
e um dia, nada disto aconteceu
Então conheci as lagrimas...
Nasceram dos meus olhos e
lentamente correram em meu rosto.
E tudo mudou...
As perguntas foram surgindo e
ficaram todas sem respostas.
Todas as palavras ditas, ficavam perdidas no ar...
o vento soprou mais forte
e as rosas curvaram-se diante do seu poder.
A vida, passou mais rapida,
novos seres apareceram...
serão felizes?
Serei feliz?
Ser feliz...


E um dia, uma nova esperança nascerá.
Sei disto!
Haverá uma resposta para todas as perguntas.
As palavras não se perderão mais,
as rosas serão como antes.
As materias deixarão de existir e cada um
encontrará numa rosa ou no sol,
num olhar ou numa palavra dita,
uma verdade para ser feliz!...
(Fatima - 1971)

Nenhum comentário:

Postar um comentário