25 de jun de 2009

Procuro


Lá fora,
o frio sem sentido esbarra contra as paredes.
La fora, vozes perdem-se no ar,
projetando-se ao infinito...
Lá fora, onde tudo é materia,
concreto,
meu pensamento busca a tua presença...
Meu corpo, teu calor.
Todo meu ser busca todo o teu ser...
Procuro-te no que resta da noite.
Procuro-te no tempo,
no infinito.
Encontro-me só.
(Fatima - 1974)

Nenhum comentário:

Postar um comentário