23 de jun de 2009

Restou

E só restou o eco das tuas palavras...
Quebrou-se misteriosamente o encanto
e no silencio da noite, roubaram-me a paz
E neste momento, envolvida pela noite,
grito.
Grito por ti,
por teu silencio...
nosso calar!...
(Fatima - 1978)

Nenhum comentário:

Postar um comentário