8 de jul de 2009

...


E foi como que perdida num mundo
cheio de ilusões destruidas,
sonhos não concretizados,
que te encontrei...
Onde os homens tornaram-se frios e egoistas,
Mundo em que o sol parte mais cedo,
e a lua, demora a surgir...
Mundo em que olhos inocentes
te procuram e seguem a cada passo,
sem jamais serem traidos...
Mundo em que vives e que um dia te fez sofrer,
que te escondeu a felicidade do sorriso mais amado...
Foi neste mundo,
que tantas coisas te deu e tantas te roubou
que te encontrei.
Em teus olhos conheci a compreensão...
uma felicidade diferente,
um sonho esquecido.
Eu havia partido tambem, so e perdida...
e te encontrei como eu...
tentando esquecer um passado, o mundo
as pessoas.
Eramos iguais...
E juntos caminhamos
cada qual com seu mundo.
Mundos distantes e iguais,
mundos que poderão se encontrar
talvez, no dia em que o sol sempre brilhar
e a lua surgir mais cedo.
(Fatima - 1972)

Nenhum comentário:

Postar um comentário