3 de jul de 2009

Envolvida


No silencio do tempo que passa,
no alvorecer ou anoitecer,
perante as estrelas e tudo o que
nos envolve,
procurei te esquecer,
mater este sentimento
incerto e confuso...
Em vão...
Um abismo se abre sob meus pés
e abafa todo o meu ser...
Queria te esquecer e mais te amei...
Te amo...
Assim,
na mesma monotonia de tudo
que existe,
fechei-me na casca invisivel do meu viver e
tentei partir.
Impossivel,
A casca que me envolvia eras tu!
(Fatima - 1973)

Nenhum comentário:

Postar um comentário