4 de jul de 2009

Prisioneiro feliz


Tu, ser pequenino,
inocente de tudo o que te cerca,
fazes, mesmo sem saber,
minutos de felicidade...
Tu envolvido em teu corpo de plumas,
fazes dos teus, os meus olhos...
do teu cantar, minha alegria.
Dás aos que te rodeiam, carinho, ternura...
Tu ser pequenino, pouca importancia tem os
limites da tua liberdade...
Prisioneiro ou não és feliz, me fazes feliz,
muito feliz.
(Fatima - 1973)

Nenhum comentário:

Postar um comentário