8 de jul de 2009

Quisera


Quisera ser o que não sou
sentir o que não sinto,
Amar a quem não amo.
Quisera encontrar o que procuro,
achar o que perdi.
Quisera chorar por quem não pode,
sorrir por quem já não sorri.
Quisera ver as belezas do mar e o que
diz o murmurar das ondas.
Quisera ver nascer o sol e
jamais estar presente em seu derradeiro instante.
Quisera tantas coisas dar e tantas fazer...
Quisera tantas coisas mudar,
tantas transformar...
Mas tudo passa...
esquecendo-me, ignorando-me...
E eu que quisera tantas coisas fazer,
mudar,
transformar, esquecer
vou aos poucos vendo meu pequeno mundo morrer.
(Fatima - 1972)

Nenhum comentário:

Postar um comentário