31 de dez de 2009

Amanhã 2010


Amanhã, de qualquer lugar
Quero encontrar com 2010 e dizer:
Muito prazer!
É maravilhoso lhe encontrar.
Desejo que juntos tenhamos o melhor da vida.
Gargalhadas sonoras que transmitam alegrias...
olhares mais compreensivos.
Ombros que segurem o choro dolorido e
braços que num abraço silencioso prendam a
tristeza insistente.
Evitem a lagrima teimosa...

Desejo muito deste encontro, acredite senhor 2010.!
Que a morte não nos encontre, mas
Que sonhos sejam concretizados,
Passos sejam livres para qualquer caminhada
para o melhor rumo...
Que a espera exercite a paciência de cada um
E que sempre o amanhã seja a melhor parte da espera...

Desejo que o beijo seja sincero e que a boca que fala do amor
Não se movimente apenas repetitiva
Mas que seja o eco da alma apaixonada...
Que os amores sejam verdadeiros e eternos
Que os rituais ainda que superticiosos se concretizem ...
Desejo que a ousadia nos acompanhe e
que vidas se encontrem porque amanhã é não é somente
amanhã. É tudo o que se pode querer e imaginar!
(Fátima – 31.12.2009 – 01hs)

Natal


Faço Natal neste Natal.
Enfeito a arvore improvisada,
ilumino cada pedacinho.
Nela arrumo bolinhas coloridas,
Encosto presentes feitos
Estico a toalha vermelha e cheia de estrelas
Rindo relembro minha outrora arvore vertical.
Asso o peru!
Respiro o ar natalino que paira no ar.
Penso no sonho e na verdade que sou...
Nas conquistas e nas metas não alcançadas ainda.
Penso no tempo.
No tempo que vivi há muito tempo.
No tempo que me faz existir.
No tempo que está para chegar...
Tempo do tempo da saudade, da busca,
Tempo que partiu sem se despedir,
E entre a multidão sumiu...

Tempo que espera pra sempre o tempo passar
E para um novo Natal se aprontar,
com velhos e novos sonhos
Com tempo, pacientemente.
Esperando sempre esperar.
(Fatima - 25.12.2009 - 02hs)

25 de dez de 2009

Realidade


Fui sonho, realidade fantasia.
Fui felicidade
Mergulhei nos artifícios do tempo e fui somente minha verdade.

Vivi meu momento presente,
Fui parte da tua vida,
Fui o proibido da tua existência...

Fui felicidade...

Hoje, vivo pelo que fui.

Vivo do arrependimento: o erro de te amar...

Vivo simplesmente por viver.

(Fatima)

2 de dez de 2009

Mistério

Não sei exatamente o que acontece,
mas sinto uma profunda tristeza neste momento,
uma saudade antecipada,
uma solidão resistente,
um medo do amanhã.
Acho que minha alma, ficou séria...
penso em tomar decisões
mas me levariam ao maximo da dor.
Penso em fugir, não tenho um rumo...
existe o mistério
e o mistério me faz estar assim...
(Fatima - 29.07.2003 - 16:16 horas)

Jardim Secreto


Tenho um jardim secreto, especial, único,
onde planto meus sonhos, minhas saudades.
É o pedaço de terra em que jogo as sementes dos choros,
dos momentos mais vividos e das minhas confidencias também.
Tenho meu jardim secreto
marcado pela goiabeira da infância,
do figo amadurecendo para o doce mais perfeito,
do pé de café...
do limoeiro teimoso e do ruibarbo que quis cultivar.
Na cana do brejo, marco o companheirismo fiel que ficou enterrado
e encontro a flor solitária da orquídea resistente
que me faz voltar no tempo e registra a espera continua.
Meu jardim secreto, especial e único tem limites
nas paredes onde o vento e a chuva interrompem seu curso natural...
onde a esperança recria forças para mais um dia... quem sabe, para sempre.
Meu jardim, secreto regado com lagrimas que não quis
e não quero também
é adubado com os “ais” dos suspiros perdidos nos dias solitários...
Da dor disfarçada em gargalhadas, escondida e provocada pela distancia.
No canto da minha vida tem um jardim secreto,
limitado e um portão fechado,
que marca toda intensidade da espera de um dia a mais viver.
(Fatima - 01.12.2009)