14 de jun de 2010

Memórias

Naquele território, ninguém tinha mais atenção.
Mimada, tinha toda a liberdade que a vida podia proporcionar

Nenhum comentário:

Postar um comentário