5 de set de 2010

Retrovisor


No retrovisor da vida te procurei
Te avistei entre outras imagens que lentamente
se perdiam no meu entardecer.
Reduzi a velocidade da minha viagem,
te querendo mais proximo.
Parei sem motivos em uma rua qualquer,
onde no final, todos os caminhos deveriam
se encontrar...
Ironicamente, me encontrei com minha saudade sem fim.
Raios enfraquecidos do sol partindo, deram lugar as
sombras do anoitecer e se misturaram às recordações
que agora encontro no espelho da minha alma.
Fátima - (05/09/2010)