21 de dez de 2010

As vezes...


Em cada amanhecer, espero tua voz para ter forças
e não desistir dos planos de vida: Te amar pra sempre, é um deles...
Procuro na distância do caminho desconhecido,
a cura da dor da saudade que se espalha na minha alma,
Espero a realização dos sonhos que vivi enquanto a lua
me espiava pela janela...
Busco no teu abraço mais esperado o gesto que faça sumir minha tristeza.
Quero definitivamente me encontrar nos teus sonhos
e contigo ter meus sonhos mais loucos...
Ter pra sempre as questões resolvidas.
As vezes, te amar assim me assusta. (Fátima - 01.08.2010)