17 de out de 2014

Atitude



Coloquei estrelas de saudades no meu céu...
Desisti de buscar os raios do luar que mergulham do mar.
Nos meus ouvidos,  ainda o embalo da musica preferida
Sem mistura de sons, sem interrupções...
Bloqueio  a parte da memória que te faz saudade  na minha alma.

Ignoro de propósito  o vento  que abraça meu corpo e me envolve.
Poderias, outra vez,  estar assim disfarçado...
(Fátima - 17/10/2014)




Um comentário: